Ransomware: sua empresa pode ser a próxima vítima

Os dados são o item mais valioso de qualquer negócio – motivo pelos quais os cibercriminosos têm se esforçado para roubá-los.

É o caso do ransomware – tipo de software malicioso (malware) que bloqueia ou restringe o acesso do usuário ao sistema. Os dados são criptografados e apenas liberados após o pagamento de um resgate. Não raro a infecção atinge os servidores e HDs de backup – obrigando a empresa a parar suas operações por horas, às vezes dias, até o problema ser resolvido.

A má notícia é que ninguém está a salvo do ransomware – incluindo aí pequenas e médias empresas. Pesquisas, inclusive, apontam que ambas se tornaram o alvo preferido dos hackers, por investirem menos em segurança em TI em relação às grandes corporações.

Links Maliciosos

Sabe aquele e-mail de um remetente desconhecido? Ou um link prometendo uma promoção milagrosa nas redes sociais? Pois essas são as principais iscas para que o usuário carregue o ransomware para o seu computador.

O vilão pode vir também disfarçado de aplicativos e programas. Entretanto, nem sempre o ransomware é disponibilizado em formato de link ou arquivo. Atualmente, sites de empresas renomadas estão sendo contaminados e, consequentemente, transmitem o vírus para outros computadores.

Lidando com o problema

Para que o seu negócio fique protegido contra o ransomware é preciso combinar estratégias diversificadas de segurança em TI. Considerando o contexto das médias e pequenas empresas, que não dispõe de grandes verbas para investir em segurança, o primeiro passo é educar os funcionários para não acessarem links desconhecidos. Manter um antivírus atualizado também minimiza o risco. Contudo, a segurança mais efetiva se dá apenas com a ajuda de um especialista em suporte e segurança em TI.

A TicMax – empresa de Suporte, Infraestrutura e Segurança em TI e Telefonia – conta com ferramentas específicas que auxiliam na prevenção contra infecções por ransomwares, assim como alternativas simples para contornar o problema caso a empresa já tenha sido infectada.

Prevenção na nuvem

Uma estratégia eficiente e barata para minimizar os efeitos do ransomware é o backup em nuvem. Isso porque as soluções que se predispõe a prevenir os ataques do vírus são poucas e caras. Os hackers também estão sempre inovando, o que torna a eficiência destas soluções ainda mais questionável.

O ataque é abrangente. Além do servidor, o ransomware afeta o HD Externo (recurso de backup para muitas empresas) e alcança até arquivos salvos em nuvem (caso do Dropbox, por exemplo). A TicMax disponibiliza backup em nuvem criptografado, de alta segurança e baixo custo.

“Atendemos diversos casos de ransomware este ano. O divisor de águas na recuperação da operação foi definido entre quem tinha e quem não tinha backup em nuvem“, relata Daniel Magalhães, diretor executivo da empresa.

No caso da infecção por ransomware, o caminho mais lucrativo ainda é a prevenção. Afinal, um único dia sem acesso ao sistema representa, para qualquer negócio, menos vendas, equipe parada, atrasos, entre outros prejuízos.

Por ser especializada em pequenas e médias empresas, a TicMax oferece soluções de segurança em TI de baixo custo e alto impacto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *